Eléctricos venderam mais que os diesel em Setembro em Portugal

Eléctricos venderam mais que os diesel em Setembro em Portugal . Há muito que o interesse dos condutores por veículos equipados com motor a gasóleo tem vindo a diminuir e a pandemia também não tem ajudado. Em Setembro, até os electrificados bateram os diesel.

Eléctricos venderam mais que os diesel em Setembro em Portugal

Os modelos com motor a gasóleo, que ainda não há muito dominavam as vendas no mercado europeu, são agora um pálido reflexo do seu passado. Perante a ameaça de poderem ser banidos de entrar em algumas cidades e a suspeita de serem mais poluentes, os veículos diesel viram ainda muitos clientes fugir para propostas híbridas plug-in (PHEV) que, mesmo quando recorrem a motores principais a gasolina, conseguem ser mais económicas. Isto se os condutores recarregarem a bateria sempre que possível.

A esta fuga dos clientes “diesel” para os PHEV juntou-se a crescente popularidade dos eléctricos, cujos preços baixam enquanto as especificações sobem, bem como a autonomia. E com tantos tipos de motorizações mais amigas do ambiente – e da carteira – a disputar a atenção de quem quer comprar carro novo, é mais que natural que os motores a gasóleo, que superaram 50% do mercado europeu, tenham em Setembro atraído somente 24,8% dos clientes.

Grande parte das quebras relativas às vendas de modelos com motores a gasóleo foi aproveitada pelos veículos eléctricos, os PHEV e os híbridos. Em Setembro, 12% das vendas recaíram em modelos 100% eléctricos, com outros 13% a serem relativos aos PHEV e híbridos, o que permitiu aos veículos electrificados chamarem a si 25% do mercado, ultrapassando os diesel pela primeira vez, ainda que por apenas 0,2%.

De acordo com a Jato, no 9º mês do ano, o Tesla Model 3 foi o eléctrico mais vendido, com 15.702 unidades, seguido pelo Renault Zoe (11.023), com o VW ID.3 a atingir 7897 unidades. Entre o tipo de veículos, os SUV dominaram mais uma vez, ao conquistar 41,3% dos clientes em Setembro, seguidos dos utilitários como o Clio, com 19%, e os compactos como o Golf, com 17,7%.

Leia também Carro elétrico urbano a R$100 mensais

Fonte: Observador PT

1+