Carro elétrico urbano a R$100 mensais

Carro elétrico urbano a R$100 mensais . O modelo Ami da Citroën poderá ser comprado, alugado por períodos longos e Ami pode rodar até 70 quilômetros com uma recarga.

Modelo Ami carro elétrico da Citröen classificado como quadriciclo e portanto pode ser dirigido na Europa em alguns países a partir de 14 anos.
Carro elétrico urbano a R$100 mensais

A Citroën mostrou um curioso carrinho elétrico urbano, o Ami. O modelo é inspirado no Ami One Concept, mostrado no Salão de Genebra de 2019, e tem apenas 2,41 metros de comprimento. Tão pequeno que é classificado como quadriciclo na Europa, como o Renault Twizy.

Só que diferentemente do Twizy, o Ami tem uma cabine fechada, quase como um carro convencional. Há espaço para motorista e um passageiro viajarem a salvo dos elementos e com direito a aquecimento interno.

O visual é bem peculiar, com ares futuristas. As portas são assimétricas e abrem em direções opostas. Também é difícil dizer para qual lado o Ami está apontando, já que dianteira e traseira são quase iguais. A Citroën vai oferecer opções de personalização para quem comprar o modelo.

O motor tem apenas 8 cv, e a velocidade máxima é limitada a 45 km/h. Com bateria de 5,5 kWh, a autonomia chega a 70 quilômetros e a recarga pode ser feita em até 3 horas numa tomada convencional de 220 volts.

Na Europa, o Ami vai poder ser dirigido por motoristas a partir de 16 anos e não há necessidade de carteira de habilitação. Na França, a idade mínima é ainda menor, com jovens de 14 anos já autorizados a conduzir esse tipo de veículo.

Bike ou Ami?

A proposta é que o Ami seja uma alternativa a scooters, bicicletas e patinetes para curtas viagens. O modelo poderá ser comprado, por cerca de 6 mil euros (R$ 30 mil, na conversão direta, sem impostos), alugado ou integrar serviços de compartilhamento.

Carro elétrico urbano a R$100 mensais

Ainda há um aluguel de longo prazo oferecido pela Citroën, com 19,99 euros mensais e um depósito de 2.644 euros. O compartilhamento Free2Move, da própria PSA, vai cobrar 26 centavos de euro por minuto de uso do carrinho.

O modelo começará a ser vendido no fim de março/2020 na França. Depois, será oferecido em Espanha, Itália, Bélgica, Portugal e Alemanha.

Fonte: Jornal do Carro/Estadão

2+