Tag: Embraer

Embraer demite 2,5 mil funcionários no Brasil

Embraer demite 2,5 mil funcionários no Brasil. . Medida se deve aos impactos da pandemia do novo coronavírus e cancelamento da parceria com a Boeing A Embraer anunciou nesta quinta-feira (3/9/20) que deverá demitir cerca de 900 funcionários no Brasil, o que corresponde a 4,5% de seu efetivo total no país.

Embraer demite 2,5 mil funcionários no Brasil.
Embraer demite 2,5 mil funcionários no Brasil.
Leia mais
1+

Embraer atrai interesse de estrangeiros após desistência da Boeing

 Embraer atrai interesse de estrangeiros após desistência da Boeing . Fabricantes estrangeiros de aviões estão rondando a Embraer semanas após a Boeing abandonar os planos para uma combinação histórica na aviação comercial, disseram pessoas familiarizadas com o assunto.

mbraer atrai interesse de estrangeiros após desistência da Boeing Foto: KC-390 - Embraer
Embraer atrai interesse de estrangeiros após desistência da Boeing Foto: KC-390 – Embraer
Leia mais
3+

Embraer reajusta produção após fim do acordo com a Boeing

 Embraer reajusta produção após fim do acordo com a Boeing . A Embraer informou neste domingo, 26/04/2020, que, após o fim do acordo de US$ 4,2 bilhões com a Boeing ,  trabalha para ajustar os seus níveis de produção e as despesas de capital para economizar recursos.

Embraer reajusta produção após fim do acordo com a Boeing
Embraer reajusta produção após fim do acordo com a Boeing
Leia mais
2+

Airbus alerta funcionários de que precisa reduzir gastos

Airbus alerta funcionários de que precisa reduzir gastos  .O diretor-executivo da Airbus, Guillaume Faury, alertou os funcionários que a fabricante de aviões está “gastando muito dinheiro” e precisa reduzir rapidamente os custos para se adaptar a uma indústria aeroespacial radicalmente atingida pela pandemia de coronavírus.

Airbus alerta funcionários de que precisa reduzir gastos
Airbus alerta funcionários de que precisa reduzir gastos 
Leia mais
1+

Embraer lança o seu novo avião E175-E2

Embraer lança o seu novo avião E175-E2 . O avião a jacto E175-E2 da Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer), o terceiro da família E-Jets E2.

O novo avião efectuou quinta-feira 12/12/2019 o seu voo inaugural, descolando das instalações da empresa em São José dos Campos, Estado de São Paulo, segundo anúncio oficial.

A Embraer irá utilizar três aviões na campanha de certificação do E175-E2, sendo o primeiro e o segundo protótipos utilizados para testes aerodinâmicos, de desempenho e de sistemas e o terceiro protótipo para validar as tarefas de manutenção, indo ser equipado com interior.

O E175-E2 pode ser configurado com 80 assentos em duas classes ou até 90 em classe única, afirmando a empresa que permitirá economizar até 16% em combustível e 25% nos custos de manutenção por assento em comparação com o E175.

Em Angola, a Embraer manifestou interesse em negociar com o governo do país a venda do seu mais recente avião comercial, modelo E195-E2 com capacidade até 146 passageiros, para rotas internacionais.

“O E195-E2 consome 30% menos combustível do que o B737-700, sendo o seu custo de manutenção quase 40% menos do que o dos actuais aviões usados pela TAAG”, comparou o vice-presidente de vendas da Embraer para África e Médio Oriente, Raul Villaron. Fonte: Macauhub

3+

Cinco aéreas da China operam 90 aviões Embraer 190

Cinco companhias aéreas da China operam 90 aviões Embraer 190 . Cerca de um sexto dos 565 aparelhos deste modelo construídos e já entregues pela empresa brasileira, segundo o comunicado relativo à actividade da empresa no terceiro trimestre de 2019.

Cinco aéreas da China operam 90 aviões Embraer 190


As companhias aéreas em questão são a China Southern, que opera 20 aviões deste modelo, a Guizhou/Colourful com nove, a Hainan com 50, a Hebei com seis e a KunPeng com cinco.
O comunicado da Empresa Brasileira de Aeronáutica adianta que a companhia Hainan opera 20 aviões do modelo Embraer 195 e que o Banco Comercial e Industrial da China encomendou 10 aparelhos do modelo Embraer 190-E2, não tendo ainda recebido nenhum.
A empresa procedeu à entrega de 44 aviões no decurso do terceiro trimestre de 2019, dos quais 17 no segmento de aviação comercial e 27 no segmento executivo, de que 15 eram leves e 12 grandes.
A maior parte dos aviões entregues para o segmento da aviação comercial era do modelo Embraer 175, com 13 unidades, tendo

2+