Tag: Brasil

Vendas no e-commerce crescem 41% em 2020

Vendas no e-commerce crescem 41% em 2020 . Em um ano de restrições pela pandemia da Covid-19, as vendas do e-commerce no Brasil cresceram 41% para R$ 87,4 bilhões na comparação com 2019, impulsionado pelo aumento do número de pedidos e pela maior contribuição das compras por telefone celular. A informação consta do Webshoppers 43 Ebit|Nielsen & Bexs Banco.

Vendas no e-commerce crescem 41% em 2020
Vendas no e-commerce crescem 41% em 2020
Leia mais
0

XP prevê crescimento de 32% para o e-commerce em 2021

XP prevê crescimento de 32% para o e-commerce em 2021 .A taxa de penetração das vendas online no Brasil ainda é de 9%. O tamanho do mercado que ainda existe no Brasil fica evidente ao analisar a penetração por categoria. A taxa de essenciais, como farmácia e alimentação, fica abaixo de 2%. Já a taxa do mercado pet, que registrou crescimento durante a pandemia, é de 2,6%.

XP prevê crescimento de 32% para o e-commerce em 2021 Foto: Reprodução/ XP Investimentos
XP prevê crescimento de 32% para o e-commerce em 2021
Leia mais
+1

Governo cogita três modelos de privatização para os Correios

Governo cogita três modelos de privatização para os Correios . Além de cogitar privatizar os Correios em blocos regionais, o governo estuda mais dois caminhos para a estatal. Uma das possibilidades é transformar a empresa em uma sociedade de economia mista e ofertar ações dela na Bolsa de Valores. A outra opção em análise é “desverticalizar” os serviços prestados pela companhia e concedê-los separadamente à iniciativa privada.

Governo cogita três modelos de privatização para os Correios
Governo cogita três modelos de privatização para os Correios
Leia mais
+1

Embraer e EDP parceiros em avião elétrico

 Embraer e EDP parceiros em avião elétrico . Embraer (EMBR3)  entra na briga pelo desenvovimento de aeronaves com enfoque na sustentabilidade tambem chamados de aviões carbono zero.

Embraer e EDP parceiros em avião elétrico . Foto Folha de São Paulo
Embraer e EDP parceiros em avião elétrico

A companhia brasleira informou nesta sexta-feira (20/11/20) que fez parceria com o grupo português de energia EDP para o desenvolvimento de uma aeronave de propulsão 100% elétrica que tem um primeiro voo previsto para o próximo ano (2021).

A EDP fez um “aporte financeiro para a aquisição da solução de tecnologia de armazenamento de energia e recarga do avião demonstrador de tecnologia de propulsão 100% elétrica, que utiliza um EMB-203 Ipanema como plataforma de testes”, afirmou a Embraer em comunicado à imprensa.

O valor do investimento da EDP não foi revelado, mas é importante ressaltar que o grupo empresarial português é especialista na área de energia e tem uma unidade de negócio especializada em energias renováveis.

Existe uma “corrida” dos principais fabricantes de avião mundiais como a Boeing e a Airbus na busca de aeronaves carbono zero. Então é natural que outros construtores como Embraer e Bombardier (que ainda não divulgou sua estratégia) entrem também nesta disputa,

Veja também o artigo da concorrente Airbus que anunciou o desenvolvimento de três aviões carbono zero, movidos a hidrogênio para 2035 (clique aqui para acessar o post publicado neste blog).

Fonte: Money Times

0

Amazon abre 3 CDs ampliando logística no Brasil

Amazon abre 3 CDs ampliando logística no Brasil . Amazon.com Inc. abriu mais três centros de distribuição no Brasil, marcando sua maior expansão logística na principal economia da América Latina, onde a concorrência cresce enquanto a pandemia do novo coronavírus leva mais consumidores ao comércio eletrônico.

Amazon abre 3 CDs ampliando logística no Brasil
Amazon abre 3 CDs ampliando logística no Brasil
Leia mais
+2

Privatização dos Correios

Privatização dos Correios . Os Correios precisam de grandes investimentos para a modernização de sua estrutura, hoje fortemente sucateada. Ficaram para trás os tempos em que os Correios cuidavam de entregar cartas, telegramas e materiais impressos. Hoje, quase ninguém mais escreve cartas, cartões-postais ou cartões de boas-festas.

Privatização dos Correios . Foto Selo Olho de Boi. Fonte O Estado de São Paulo
A série Olho de Boi foi a primeira série de selos do Brasil, com início em 1843  Foto: Acervo Estadão

Com a implantação do Pix e de outros serviços instantâneos de pagamentos, até mesmo o envio de boletos bancários por via postal está com seus dias contados. Os correios eletrônicos e mensageiros como o WhatsApp e o Telegram passaram a cuidar da comunicação imediata entre pessoas e entre empresas.

E, no entanto, os Correios continuam essenciais na entrega de correspondências, documentos e mercadorias. A pandemia produziu uma explosão de demanda por serviços de entrega. Mas, em vez de ocupar esse largo espaço de mercado, os Correios no Brasil acumulam ineficiência, reclamações por extravio, por atrasos e por danos nas encomendas.

Os Correios precisam de grandes investimentos para a modernização de sua estrutura, hoje fortemente sucateada. Mais do que a repisada incompetência de sua administração, é a falta crônica de recursos do Tesouro para dar conta dos investimentos para a modernização que empurra os Correios para os capitais privados e para a desestatização, projeto antigo, mas nunca enfrentado com determinação.

No dia 14, o ministro das Comunicações, Fábio Faria, entregou ao presidente Bolsonaro documento que prevê a formatação de um esquema de privatização. Depois de passar pelo crivo da Secretaria da Presidência, o projeto deverá ser encaminhado ao Congresso para as decisões sobre o caso.

Os Correios são instituição antiga. Seus primeiros passos remontam a 1663, quando o Brasil ainda não passava de colônia de Portugal. A coesão nacional, precária naqueles tempos e também depois, não é inteiramente explicada sem a integração proporcionada pelos serviços postais. O Brasil foi o segundo país do mundo a emitir selos postais. A série Olho de Boi, a primeira a sair por determinação do imperador, em 1843, é uma das mais valorizadas pelos filatelistas. (Veja foto.) 

Foi o aprofundamento da crise da empresa e o empenho do setor privado em ocupar nichos novos que parecem ter tornado inevitável esse novo passo. Até agora não foram reveladas as diretrizes do projeto, se a empresa seria privatizada por inteiro  de uma vez ou se fatiada por região, como aconteceu com a Telebrás. Nem como ficaria a situação dos seus funcionários. Proposta de criação do Banco Postal não avançou. Mas o projeto já enfrenta enormes resistências, a começar pela da corporação dos seus funcionários, que temem perder as tetas do Estado.

O principal critério para nortear a definição não deveria ser nem corporativo nem ideológico. Deveria ser o interesse público ou, mais particularmente, a procura da eficácia de um serviço essencial para a população, num momento em que o mundo passa por uma revolução tecnológica e o comércio eletrônico ganha enorme impulso.

Fonte: Celso Ming e Jornal O Estado de São Paulo

0

Fábrica da Tesla no Brasil

Fábrica da Tesla no Brasil . O presidente do Brasil Jair Bolsonaro afirmou na sexta-feira (21.fev.2020) por meio da sua conta no Twitter que vai discutir a instalação de uma fábrica de carros elétricos da Tesla no Brasil em viagem aos EUA em março. “Em março estarei nos Estados Unidos. Em nossa extensa agenda a possibilidade da Tesla no Brasil”, escreveu.

Governo brasileiro quer trazer a fábrica de carros elétricos da Tesla para o país
Fábrica da Tesla no Brasil
Leia mais
+1