Categoria: Tecnologia

Startups em logística: um novo modelo de negócio

Startups em logística: um novo modelo de negócio . Iniciativa contribui para a sustentabilidade no setor. O setor logístico é, por origem, um setor extremamente dinâmico. Essa característica faz com que possamos considerar que todas as mudanças ocorridas no mundo irão, de uma forma ou de outra, afetar seus processos.

Startups em logística: um novo modelo de negócio - Foto O São Gonçalo
Startups em logística: um novo modelo de negócio:

As mudanças mais significativas no setor se referem, principalmente, àquelas decorrentes no âmbito da tecnologia. Novas tecnologias implicam novas formas de trabalho e, tanto o investimento, quanto seu uso, vão levar a duas principais questões: as empresas que não se adaptam a essas tecnologias vão perder eficiência e as que, por sua vez, introduzirem novas tecnologias terão, inicialmente, que lidar com um aumento de custos e consequente aumento de preços.

As transformações que podemos considerar vão, segundo os autores Hausmann e Wölfel desde um alto número de pontos de intervenção, passando por regras complexas de preços chegando, por fim, a uma falta de padronização dos dados. Se, por um lado, a baixa rentabilidade cria dificuldades para que a indústria trate dessas questões, surgem novas startups de logística com o objetivo de promover mudanças nesse cenário.

O texto “Startup funding in logistics” (clique aqui para ler o texto original em inglês) (Financiamento de startups em logística), apresenta o resultado de análises em “mais de 120 das maiores startups de logística – representando custos estimados em torno de 93%, ou US$26 bilhões do financiamento total em logística até o momento”, o que só reforça o fato de que as atenções do mercado de investimentos se voltam a essa realidade. Esse texto ainda menciona que a maioria dos financiamentos vai para startups que atuam no “last-mile” (ou “última milha”, em português), etapa da distribuição onde a mercadoria sai do CD (centro de distribuição) e também para as que atuam com fretes. As empresas “last-mile” são as preferidas dos investidores de capital, muito embora as plataformas de frete também tenham atraído a atenção de investidores.

Startups de “last-mile” atuam com formas de entregas não convencionais, como entregas em grupo, drones, robôs, veículos autônomos, entre outras formas inovadoras. Não podemos deixar de mencionar que as plataformas de frete são, também, nesse sentido, uma grande inovação que também atrai a atenção de investidores, especialmente àquelas que focam no transporte rodoviário. Estas aumentaram a transparência dos preços, profissionalizaram e digitalizaram a relação transportador x transportador, ações realizadas geralmente de maneira informal. Tais empresas focam em aproveitar os dados existentes como meio de lidar com as vastas ineficiências que ainda existem no mercado.

Normalmente os agenciadores de carga conseguem conectar o serviço de entrega a uma transportadora, pois eles detêm uma informação muito importante, que é a identificação de transportadoras mais adequadas, em termos logísticos, para atendimento à demanda em uma determinada rota ou região.

Assim, essas startups contribuem significativamente para melhorar a sustentabilidade nos setores de transporte e logística, tendência essa cada vez mais relevante. Essas plataformas criadas são muito acessíveis e fáceis de usar por caminhoneiros e outras pessoas, o que leva a uma significativa melhora na experiência do cliente. Podemos considerar esse fato como o benefício mais proeminente da transformação digital aplicada à logística de cargas fracionadas pois, quando se reduz os intermediários através do acesso a informação, podemos propiciar maiores ganhos de ponta a ponta da cadeia de suprimentos. Esse, talvez, seja o grande atrativo para os investidores, pois se trata de uma área com crescimento promissor em tempos de isolamento social e mudanças nas formas de interações na sociedade.

No meio acadêmico, universidades já orientam os estudantes para essa tendência, como é o caso do Centro Universitário Internacional Uninter. A instituição implementou, no início de 2020, um projeto para a criação de uma plataforma de e-commerce, por seus alunos, os quais têm a oportunidade de exercitar, com a supervisão de docentes, profissionais qualificados, desde a criação ao gerenciamento e manutenção de uma plataforma, o que lhes dará subsídios para operarem (ou criarem) startups que atenderão às demandas de mercado no cenário pós-pandemia.

Fonte: O São Gonçalo – Autora: Alessandra de Paula é coordenadora dos cursos de Logística e E-commerce e Sistemas Logísticos do Centro Universitário Internacional Uninter

1+

Scout robô de entregas da Amazon chega a Georgia e ao Tennessee

Scout robô de entregas da Amazon chega a Georgia e ao Tennessee .A Amazon está expandindo seu serviço de entregas por meio de robôs, o Amazon Scout, para mais cidades nos Estados Unidos.

Scout robô de entregas da Amazon chega a Georgia e ao Tennessee
Scout robô de entregas da Amazon chega a Georgia e ao Tennessee

Em atividade desde o ano passado, essas entregas acontecem com veículos elétricos e autônomos que andam pelas calçadas da cidade.

O serviço estava em atividade na cidade de Snohomish, norte de Seattle, e Irvine, na Califórnia. Agora, os robôs estarão disponíveis em Atlanta, na Georgia, e Franklin, no Tennessee.

O conteiner com rodas tem capacidade para pequenos e medios pacotes,Possui um sistema de sensores que lhe permite evitar de esbarrar em objetos ouobstáculos no trajeto de entrega. Por enquanto é obrigatória a presença de um “embaxaidor humano”, mas no futuro se moverá sozinho.

Outras empresas estão testando equipamentos com a mesmafuncionalidade na Europa os grandes operadores logísticos como a DPD e DHL e nos Estados Unidos outras bandeiras tentam sair na frente com suas soluções de automaçãoda última milha.

No Brasil até agora apenas a empresa especializada em delivery de refeições e alimentos iFood informou que está trabalhando em um projeto para desenvolver uma solução neste sentido em parceria com a Synkar, empresa especializada em inteligência artificial. A intenção inicial era lançar este ano. O Blog chegou a divulgar a notícia através do post “iFood fará entregas com robôs autônomos em 2020” (clique aqui e leia o artigo original).

.

Fonte: Isto é Dinheiro e com informações complementares do Blog Rogério

2+

Grilo inova com transporte zero carbono em Porto Alegre

Grilo inova com transporte zero carbono em Porto Alegre . Uma nova realidade para a mobilidade em Porto Alegre com o uso de triciclos elétricos

Esse último sábado (11/07/2020), foi um grande marco da mobilidade urbana para a capital gaúcha, com a chegada da Grilo, que propõe não só um novo jeito de se mover, mas também um novo jeito de pensar. Tá, mas afinal de contas, o que é Grilo?

Grilo inova com transporte zero carbono em Porto Alegre . Uma nova realidade para a mobilidade em Porto Alegre com o uso de triciclos elétricos
Grilo inova com transporte zero carbono em Porto Alegre
Leia mais
6+

O que aprendi da vida logística

O que aprendi da vida logística. Estou na estrada há muitos anos. Uma longa jornada em empresas de ponta. Quase todas elas voltadas para a distribuição da última milha. Não gosto muito de olhar para trás… Afinal ainda pretendo “experienciar” muita coisa agora e nestes próximos tempos.Mas o que aprendi ao longo desta jornada?

O que aprendi da vida logística - foto: Canal do Blog do Rogério no Youtube
Canal do Blog do Rogério no Youtube
Leia mais
3+

Entregadores pedem leis para melhorar remuneração da categoria

Entregadores pedem leis para melhorar remuneração da categoria . Representantes de vários estados do movimento de entregadores de aplicativos  que reivindicam melhores condições de remuneração e de trabalho se reuniram por  videoconferência com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM/RJ), nesta quarta-feira (8).

Entregadores pedem leis para melhorar remuneração da categoria
Entregadores pedem leis para melhorar remuneração da categoria
Leia mais
2+

Navios porta-contêineres elétricos Tesla

Navios porta-contêineres elétricos Tesla . Primeiros porta-contêineres elétricos fornecidos pela Tesla chegam em Agosto . Através de um investimento de 100 milhões de euros, a Tesla irá entregar os dois primeiros navios porta-contêinereselétricos à Holandesa Port-Liner, em Agosto de 2020

Navios porta-contêineres elétricos Tesla
Primeiros porta-contêineres elétricos fornecidos pela Tesla chegam em Agosto
Leia mais
2+

Amazon pode se tornar uma montadora de veículos

Amazon pode se tornar uma montadora de veículos . As aquisições milionárias na indústria da tecnologia não são incomuns, mas uma em especial chamou a atenção do mercado. Na sexta-feira passada (26/06/2020), a Amazon anunciou a compra da Zoox , uma start-up criada há pouco mais de cinco anos com a missão de desenvolver veículos autônomos, por US$ 1,2 bilhão.

Amazon pode se tornar uma montadora de veículos - Zoom
Amazon pode se tornar uma montadora de veículos
Leia mais
1+