Embraer construirá Carro Voador

Embraer construirá Carro Voador . Fabricante participa de eventos nos EUA e mostra que após joint-venture com a Boeing deve investir em novos projetos. A Embraer apresenta sua visão para o futuro da mobilidade no festival de inovação South By Southwest (SXSW), apresentando pela primeira sua sala de protótipo (Prototype Room).  O tema da mobilidade urbana ganha destaque entre os principais conglomerados do mundo e se torna tema de diversos eventos.

Embraer construirá Carro Voador
Embraer construirá Carro Voador

Durante o evento a divisão de inovação tecnológica do fabricante brasileiro, designada como EmbraerX, destacará sua abordagem orientada ao ser humano para desenvolvimento e co-criação.

O evento que ocorre entre os dias 6 e 8 de março, em Austin, no Texas, foi o palco de lançamento das companhias Twitter, Uber e AirBnB, sendo reconhecido por reunir empreendedores, investidores e líderes de grandes empresas, além de importantes personalidades do cinema e da música.

De acordo com a EmbraerX, os visitantes serão recebidos e estimulados a participar de um espaço criativo inspirado no futuro da mobilidade aérea urbana, acessibilidade e autonomia, sendo incentivado a se conectar uns aos outros e discutir ideias revolucionárias de forma completamente inéditas.

“É preciso construir um ecossistema colaborativo para reinventar a mobilidade urbana. Para isso é importante despertar a imaginação das pessoas sobre o novo mundo que se aproxima”, comentou Antônio Campello, CEO da EmbraerX.

Para o executivo nenhuma empresa poderá sozinha conceber o futuro da mobilidade aérea urbana e defende um modelo colaborativo para o desenvolvimento de novas tecnologias. “Isso só será possível se conseguirmos acender a imaginação das pessoas e mostrar que não estamos oferecendo apenas um novo produto, mas um caminho para uma verdadeira transformação social”, acredita.

A EmbraerX também participará de um painel que explora o papel que a experiência do usuário (UX) desempenha na construção do futuro da mobilidade acessível para todos e também examinará as maneiras pelas quais as pessoas e tecnologias inteligentes interagirão com segurança na nova era do autônomo e comunidades em rede.

Após avançar no processo de criação de uma joint-venture para sua divisão de aviação comercial, a Embraer foca seu futuro em diversas novas áreas de desenvolvimento. A companhia busca novas oportunidades de negócios, como nos eVTOL, que deve tornar realidade o carro-voador. O eVTOL é o acrônimo de eletrical vertical take-off and landing (veículo elétrico de decolagem e pouso vertical), que na prática poderão se tornar veículos aéreos de transporte em massa, dedicados especialmente para ambientes urbanos, viabilizando assim o antigo sonho de um carro-voador.

Todavia, executivos da Embraer garantem que não necessariamente o foco seja o desenvolvimento do veículo, mas pode incluir ainda toda uma gama de serviços extremamente rentáveis. Uma das apostas do setor aeronáutico é o desenvolvimento de tecnologias autônomas, como sistemas de inteligência artificial que tenham capacidade de ser responsável por todo o voo. “O veículo é algo relativamente simples, um fabricante estabelecido possui tecnologia para criar o veículo, asas, motores, entre outros. O principal, por tanto mais rentável, é solucionar o sistema de controle, ambiente de voo, etc”, afirma Olavo Gomes, consultor aeronáutico

Atualmente a Embraer, via Atech, deverá se posicionar de forma competitiva no setor para esse novo modal de transporte. A estratégia permite que o fabricante forneça tecnologias de ponta, sem necessariamente se envolver no projeto final. Diversos fabricantes têm apostado nessa estratégia, incluindo a Otis Elevadores, que recentemente fechou uma parceria com a Sikorsky para desenvolvimento de tecnologias para voo autônomo.

“Enquanto o veículo é parte da eventual solução para a mobilidade urbana, julgamos que muitas tecnologias já se encontram em curso e já demonstraram seu potencial. O que estamos estudando agora é como chegar à experiência de ligação natural, suave e integrada”, comenta Jonathan Hartman, que lidera o time de tecnologias disruptivas da Sikorsky Innovations.

A Embraer também faz parte do Uber Elevate Network, uma rede de empresas de alta tecnologias que trabalha na criação de novas soluções para o transporte aéreo sob demanda, que possui potencial de transformar radicalmente a mobilidade urbana

Leia o restante do artigo clicando aqui

Atualizado com o video da CNN em 27/03/2021

Fonte: Aero Magazine

+2