TAP prevê transportar mais carga que passageiros

TAP prevê transportar mais carga que passageiros. No quarto trimestre de 2020, o volume de carga aérea da TAP vai disparar por via dos contratos para transportar vacinas contra a Covid-19. China, Brasil e EUA são os mercados para onde voam os cargueiros da TAP.

TAP prevê transportar mais carga que passageiros - Jornal Económico
TAP prevê transportar mais carga que passageiros

A “retoma no mercado de carga aérea foi confirmada no terceiro trimestre de 2020”, revelou ao Jornal Económico o Chief Financial Officer (CFO) da TAP, Raffael Quintas,

Na entrevista o executivo da cia áerea de bandeira portuguese, adiantou que, para o efeito, dois aviões de passageiros da frota TAP foram transformados em cargueiros, retirando-lhes as filas de assentos da classe económica para terem maior capacidade de carga.

Isso será fundamental para qualquer solicitação que venha a ser feita à transportadora aérea no âmbito das candidaturas aos concursos de transporte de carga a que entretanto a TAP concorreu no Brasil sobretudo relacionados com o transporte de vacinas.

Para o quarto trimestre de 2020, a previsão da TAP é que “o crescimento do transporte de carga possa ser superior ao do transporte de passageiros”.

Este fenômeno já tinha identificado em abril quando publicamos no blog que as cias aéreas estavam usando os aviões de passageiros sem demanda para atender a procura extra por materiais hospitalares para atender as necessidades da pandemia do novo coronavirus o covid-19 “Carga nas poltronas dos aviões vazios” (clique aqui para acessar o referido post)

Fonte: JE / Jornal Económico PT

0