Diálogo Logística é adquirida pela BBM

Diálogo Logística é adquirida pela BBM . A BBM Logística, operador logístico do modal rodoviário no Mercosul, anunciou a aquisição da Diálogo Logística, empresa que atua com destaque na entrega de e-commerce com aproximadamente 30 mil pedidos por dia, cobertura de aproximadamente 1.800 cidades e forte crescimento ao longo do ano, com crescimento de 103% no faturamento bruto acumulado até outubro.

Ricardo Hoerde, fundador da Diálogo Logística. Crédito da foto: Marco Quintana/JC.
Diálogo Logística é adquirida pela BBM

Além da sede no Rio Grande do Sul, possui um Centro de Distribuição em Florianópolis. “Esta aquisição acelera nosso crescimento no segmento de e-commerce através da aquisição de uma empresa que é referência tecnológica e de processos no setor. Além isso, a Diálogo possui uma equipe muito capacitada e uma plataforma altamente escalável para que, a partir da malha logística e amplitude geográfica da BBM, com mais 60 filiais em todo o país, possamos rapidamente nos transformar em uma das melhores soluções de e-commerce do Brasil”, destaca Andre Prado, CEO da BBM. 

O fundador da Diálogo Logística, Ricardo Hoerde, continuará a frente da operação para liderar o plano de expansão:. “Estamos muito animados com esta transação e em fazer parte do Grupo BBM, que é referência no setor. A complementariedade de nossas operações permitirá explorarmos diversas oportunidades de crescimento, aumentar nossa capilaridade e melhorar nossa oferta para o mercado de e-commerce”.

De acordo com uma reportagem do Valor Econômico, a BBM pretende desembolsar R$ 82 milhões para ter total controle da empresa adquirida.

“Temos sido capazes de executar aquisições de forma bem-sucedida, com aumento de receitas e rentabilidade devido a integrações bem planejadas e executadas. Em um mercado de quase R$ 200 bilhões e muito fragmentado, o crescimento via aquisições é parte importante da nossa estratégia e continuaremos avaliando novas oportunidades.”, explicou Firmino Freitas, diretor de fusões e aquisições da empresa. 

Fonte: Economia SC

0