El Corte Inglés redesenha logística do e-commerce

El Corte Inglés redesenha logística do e-commerce. Em espanha, o El Cortes Inglés continua a apostar fortemente no aumento das vendas online e no redesenho da sua rede de distribuição logística. Para isso vai converter 90 das suas grandes lojas em centros de distribuição.

El Corte Inglés redesenha logística do e-commerce
El Corte Inglés redesenha logística do e-commerce

Espera assim fazer frente à sua grande rival, a Amazon, bem como impulsionar as vendas online. Consciente da importância da logística para o êxito das suas vendas online, o retalhista aumentou a capacidade de entrega para responder às exigências dos clientes em termos de agilidade de entrega.

Além da conversão de algumas das lojas em centros de distribuição, a estratégia passa também por unificar o stock, permitindo-lhe um controlo do mesmo em tempo real. A isto acresce o reforço das três plataformas especializadas que tinha até agora em Barcelona, ​​Madrid e Canárias, além da empresa não descartar a hipótese de se servir das mais de 2.000 lojas que detém em toda a Espanha para que também passem a fazer parte da sua rede logística.

Nesta estratégia de promoção do comércio electrónico, o El Corte Inglés também quer potenciar o serviço de recolha em loja, quer com o Click & Collect, quer com o Click & Car, para os quais conta também com 177 centros Supercor.

Esta aposta declarada no omnichannel, é um caminho que o El Corte Inglés já começou a fazer durante os meses de confinamento, gerindo na altura quase 200.000 pedidos online diários. Agora, com esta reformulação dos grandes armazéns, o retalhista passa a contar também com a sua rede de estabelecimentos físicos para um melhor atendimento. É que, de acordo com números do El Corte Inglés, 90% da população espanhola está a menos de uma hora de um centro comercial seu e 50% a menos de 15 minutos.

Fonte: – Supply Chain Magazine

1+