Buser Viva o Empreendedorismo Abaixo o Corporativismo

Buser Viva o Empreendedorismo Abaixo o Corporativismo . Se eu fosse legislador colocaria na Constituição Federal que é proibido criar leis ou normas contra o povo. Pode parecer algo de principiante ou “inocente útil” mas isto resolveria boa parte dos projetos “encomendados” para proteger privilégios e vantagens para alguns empresários em detrimento das necessidades do povo.

Onde quero chegar? Nas agências reguladoras que não regulam nada. Só castram a criatividade e empreendedorismo de muita gente boa deste país.

Buser - Viva o Empreendedorismo Abaixo o Corporativismo
Buser Viva o Empreendedorismo Abaixo o Corporativismo

objetivo delas não é proteger o consumidor, mas criar cartórios para manter sistemas e corporações ultrapassadas e com isto matar o progresso e o rejuvenescimento empresarial deste país.

Mas se a luta é inglória estas capitanias hereditárias também acabam não tendo sucesso, mas geram custos e atrasos desnecessários ao nosso país.

Se queremos ser competitivos temos de incentivar as start-ups e normalmente somos a favor. A menos que elas queiram ocupar o nosso nicho de mercado, invadir o nosso quintal. Aí saímos em defesa dos nossos privilégios.

Estou indignado ao ler a notícia da consulta pública da Agência Reguladora de Transportes do maior estado do Brasil que no fundo quer reduzir espaço de atuação das jovens e modernas empresas que trazem um conceito de “uberização” para o transporte coletivo, que deveria ser uma bandeira de todos, pois ajudaria o caos do nosso sistema viário.

Leia aqui a notícia a que me refiro sobre a consulta pública Buser e empresas de ônibus fretados acusam Artesp de tentar clandestinizar atividade

Será que acordei na Albânia? Sorte BUSER! Não desistam! A luta de vocês é muito maior do que vocês possam pensar.

1+